Humanizando as cartas altas


Junto a alfabetização e as primeiras noções de matemática que me foram apresentadas em conjunto pela minha mãe, minha avó e o pré escolar, a minha mãe me ensinou a jogar cartas. Ela era tao ávida com o exercício da leitura tanto quanto ao Buraco. Ali ela reforçava a assimilação da matemática e a interpretação de atitudes numa brincadeira.cartas criancas

Como aqui nesse blog tento extrair o sumo da minha memória, que como qualquer mortal está cheia de erros e imprecisões, abro o arquivo das minhas lições desse jogo. Dos 3 aos 5 anos de idade brincava com o baralho formando pequenas novelas na minha cabeça, me impressionava muito a figura do valete, seria o príncipe, o ministro, o futuro marido da rainha? Aos 6 anos eu estava jogando todas as noites com a minha mãe e meu irmão. Aos 15 anos preferia o poker e logo não me dava mais conta, perdi o interesse total em cartas de jogos até eu encontrar o Sverre. Ao badalar dos sinos nupciais desintegrou como num toque de feitiçaria os vários baralhos velhos de outrora. No natal de 2015 o Sverre comprou um baralho novo em folha e ensinei a Katarina a jogar o também chamado Biriba. As regras estavam tao frescas na minha memória como se estivesse lá na rua Panamá.


aroyalaffair_teaserposter_uk_page_1
A rainha no filme the Royal Affair

E por conta do acaso (sou muito fã do acaso, me traz surpresas melhores que presentes) vi finalmente ‪‎The Royal Affair‬ (2012) aonde aparece bem a figura do valete. Esse longa dinamarquês faz excelente parceria com o filme ingles ‪‎The Duchess‬ (2008). Os 2 filmes relatam um incrível romance com intuito de viver o amor até no seu mais profundo e desgantante perfil: constituir ‪‎família;‬ do que simplesmente saciar um ‪sexozinho‬. Esses filmes lembram que a liberdade de amar terminava quando o poder patrocinado pelo topo da pirâmide social começava.

A história política precisa estar bem entendida, mas se vc não leu, não estudou ou não tem acesso sobre a história desses países vai ficar sem saborear completamente a obra, ps: geralmente esses que não vão saborear completamente a obra são a galera que só entende que filme de tema histórico confere a subgrupos de platéia: gays, mulheres, anciões, weirdos¹… e não homens brancos. Com tais circunstanciais, os produtores dessas 2 obras foram sagazes em escolher essas tramas históricas extremamente dramáticas e nacionais, e mais que tudo, o conteúdo do filme é pra queimar o filme da direita em qualquer época

duchess-of-devonshire-lady-georgina-cavendish-thomas-gainsborough-1343723567_b
A duquesa de Devonshire

A galera que ama são os liberais, a galera raivosa que manda matar que separa os que se amam é ‎CONSERVADORA‬. E è mesmo, não é invenção do filme pra romantizar, tá lá historicamente. Não apenas conservadora no sentido clássico, mas ali no sentido político, o Absolutismo de 1770 queria manter as mulheres apenas como figurais doutrinadas a parir, dar ‪prazer‬ aos seus donos (!) e enfeitar o ambiente, ABSOLUTAMENTE nada mais. Claro, não sendo aristocrata, trabalharia para a familia. Outra coisa que os conservadores estavam sempre mantendo era a condição escravagista mundial, negros nas Américas e os camponeses na Europa. Tudo isso é comentado, discutido em forma de ‪cinema‬, uma cena, uma sugestão, atitudes, diálogos muito bem bolados. Realmente não entendo como esses ‪‎filmes‬ são tao poucos discutidos,  comentados e exibidos.

12473776_1098464240173276_2528607782352896448_o
A rainha de copas em momento elisabetano

Esses iluministas ilustrados nesses filmes indiretamente fazem parte da Revolução francesa em seus países de origem. Enquanto a Revolução na Franca saiu decepando as cabeças de muitas pessoas não conseguiu mudar de fato o jeito de fazer as coisas mais igualitariamente no futuro. Os Iluministas estavam certos que a máquina democrática toda só iria existir através da caneta e nunca da navalha.

guillotine4
O rei francês diante da guilhotina

Um desses malucos era o Johann Friedrich Struensee, um médico alemão que durante o seu intenso período acadêmico que foi dos 15 aos 25 anos deixou de ser pietista e entrou no ateísmo. O que me impressiona muito. O Struensee era filho de ministro clérigo³, seus irmãos se tornaram ministros como suas irmãs casaram com ministros!

Antes de completar 30 anos, o Struensee já era um próspero médico entre a camada mais privilegiada saxã. Por sorte e por acaso ele muda de cenário, talvez se afastando de sua família pietista e acaba por ser requerido a cuidar do Rei da Dinamarca, que na época tinha uns 20 anos quando passava pela localidade que o cara exercia medicina. O rei tinha uns piripaques e o Struensee conseguiu conter o coitado. Esse foi o maior trunfo que o ambicioso saxão conseguiu na sua vida e ele não podia perder.

Johann-Struensee-a-royal-affair-33033913-385-568
O ator Mads Mikkelsen no papel do médico saxao aonde ele segura  um pano embebido de láudano

Durante um ano com o rei Christian V na mão,  o Struensee fez reformas na Dinamarca e Noruega que foram fundamentais pra sociedade nesses países como as conhecemos hoje. Ele fez o piradinho assinar 3 reformas por dia das muitas que redigiu!!!!

Reformas iniciadas pelo Struensee, a maioria absoluta revogadas depois com sua deposição, mas reinstaladas com o tempo:

  1. Abolição da tortura
  2. Abolição do trabalho escravo
  3. Abolição da censura à imprensa
  4. Abolição da prática de preferir nobres para escritórios estatais (Nepotismo)
  5. Abolição dos privilégios nobres
  6. Abolição das receitas “imerecidas” para nobres
  7. Abolição da ordem de etiqueta na corte
  8. Abolição da aristocracia
  9. Abolição do financiamento estatal dos fabricantes improdutivos
  10. Abolição de vários feriados
  11. Introdução de um imposto sobre os jogos & cavalos de luxo para financiar enfermagem de enjeitados
  12. Proibição do comércio de escravos nas colônias dinamarquesas, optando por títulos feudais e decorações.
  13. Criminalização e punição de suborno
  14. Re-organização das instituições judiciais para minimizar a corrupção
  15. Introdução de armazenamentos de grãos estatais para equilibrar o preço de grão
  16. Reforma Agrária: re-distribuição do lote.
  17. Re-organização e redução do exército
  18. Reformas universitárias
  19. Reforma das instituições médicas estatais

221Se o Struensee ficasse com essa carta boa estava tudo certo, todavia o  cara quiz fazer jogo com a Rainha e fez um até excelente que deu frutos, porém as reformas ficaram pra trás. Como dizem: “Vale mais 1 passarinho na mão do que 2 voando”.

Há diversas biografias sobre o Struensee, dissertam mais sobre o seu tipo de pessoa do que algum legado acadêmico. Ele sobressaiu mais do que ser apenas um medico ou mesmo um sub-rei, um amante; ele foi alguém de fato! Seus biógrafos se dividem em admiradores e críticos. Os mesmos se comportam dessa maneira quanto sua maior rival, a madrasta do rei dinamarquês, Rainha consorte Juliana Maria of Brunswick-Wolfenbüttel, ela era o inverso do Struensee em quase tudo.

Proveniente de um principado alemão, é descrita por contemporâneos e historiadores como despolitizada. Talvez seja o maior atributo para que ela acabe sendo uma super arma a favor do conservadorismo. Não era bela nem brilhante e é dito também que gaguejava, o que me faz suspeitar que deve ter tido uma infância ruim. No filme infelizmente ela está muito mal feita, a indumentária rococó deveria estar híper-exaltada com essa personagem, pois na falta de ser se gasta pra ter. E em 1772 foi instruída por um professor dinamarquês nacionalista que fazia carreira na corte dar o golpe e tomam o poder exilando a Rainha.  Em poucos anos Juliana Marie passa o comando da união Dinamarca & Noruega para o seu filho Frederik VI. Nesse meio tempo, malandramente ela cria o Royal Copenhagen² deixando seu nome na história.

Outro dia eu li aquelas receitas básicas para ser feliz e lá afirmava categoricamente pra aceitar o sistema. Aceitar como a consorte aceitava, afinal ela morreu com 67 anos, viveu uma vidinha sem se interessar por ninguém salvo seu filho herdeiro, Nao demonstrava piedade ou humanidade sobre aqueles que facilitaram sua vida, seu casamento durou a sorte de 8 anos aonde o rei deveria preferir prostíbulos do que a companhia dela. Também não era popular na corte tanto que não era benvinda nos jantares de Carolina Mathilde & Christian V, contudo a Dinamarca teve um sérieWGgBPmTE9ncrwbszcVgwEgsXo1_400 de reis sucessores dela e não da Rainha Carolina Mathilde, irma do Rei George da Inglaterra, esta falecendo apenas com 23 anos distante dos seus filhos e seu país. – Tudo isso me deixa desconsolada.



Sempre quiz saber mesmo sobre a vida dessa gente, tudo por causa do Buraco, olha só aonde cheguei…
O jogo também conhecido como canastra foi inventado nos anos 40, no Uruguai por um grupo de amigos que uniram elementos de jogos do Bridge, rúmi e conquián.


  1. estranhos
  2. Porcelana mais tradicional da Escandinávia
  3. Pastores com estudo teológico
Anúncios

Publicado por: This Leksus

Naturalmente carioca da gema. Levantei a bandeira da união dos estudantes em 1990. Depois que vi que a bandeira era tipo lilás, caí fora, mas mantive contatos do setor cultural aonde fui a curadora por 2 anos seguidos no periódico e da rádio interna. Essa mídia chegava à 2000 estudantes em 1992. Participei de cursos de pintura abstrata com Mollica (1947-2013) e desenho Modelo Vivo com Giancarlo Bonfanti na Escola de Artes Visuais do Parque Laje de 1987-1992 e em outros institutos de arte. Estudei na USU, UERJ & UFRJ, arquitetura e urbanismo, Educação artística & Figurino respectivamente. Meu primeiro projeto foi a fonte do Banco do Brasil com seu logotipo, nas dependências da Agencia I do Banco no Rio de Janeiro. Em 1995, cursei por um breve período a Escola Politécnica de Lisboa, aonde desenvolvi uma tese sobre o Manuelino. Muitas descobertas, e não parei de fazer cursos extras em outras grandes universidades cariocas. Senai Cetiqt, Universidade Candido Mendes, UIS (Noruega). Trabalhei com Alexandre Hercovich para Semana da Moda no Rio em 1997. Nos anos seguintes criei o cenário e costumes para a peça Frida Kahlo no Teatro do Museu do Catete. Nessa época comecei a trabalhar como Dj e me destaquei na área até 2010, quando decidi encerrar essa atividade e me dedicar a gravura & tradução. A partir de 2005, anualmente, faço instalações e exibições de pinturas, desenhos, edições de livros, mosaicos e gravuras. Em 2010 comecei a me infiltrar na área de tradução e interpretação, também como uma ação social. O que faz voltar intensamente para escrita e leitura, e me dispersar pra outras línguas, como dinamarquês, francês, italiano & espanhol.

Categorias cinema, cultura saber, historia, memórias, politicaTags, , , , , , , 6 Comentários

6 comentários sobre “Humanizando as cartas altas”

Qual seria a sua perspectiva sobre esse assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s