Inovacao


Em 2010 participei de um seminário na Universidade de Stavanger. Vieram palestrar duas senhoras de talento com um livro de coleções de citacoes sobre inovação.
Para nós, que somos cativados pela vida cotidiana: automóveis, dinheiro, filhos, sexo e TV, é uma coisa de doido lidar com um tema assim. Eu não fiquei tao satisfeita com a demanda do estudo.
Muito citado lá também: “a conivência dos nossos velhos tempos da revolução industrial está em jogo”. Um Exemplo desses tosco: os Simpsons (desenho animado que tenta explicar o que está acontecendo) tem um personagem chamado Krusty. Simboliza o ídolo da massa jovem. Ele é analfabeto mas está diariamente em estéreo e a cores indo de encontro as emoções de seus espectadores.
 classes-sociais
A TV é um marco na históriaA mecänica educacional nunca mais foi a mesma. Professores & burocratas só acordaram para isto quase 30 anos depois de sua aparição. Eles só acordaram.
Eu gostaria de compartilhar meus conhecimentos deste assunto usando imagens históricas que servem de ilustração de inovações. Chuvendo no molhado, com certeza voce também teem semelhantes ilustrações de inovacöes.

latuff-tortura– Se adianta, amigo, seu tempo acabou.

Queria falar sobre o futuro, mas continuo com a lisonja com personagens do passado. Tudo porque eu fui doutrinada por tanto tempo a achar que se sabemos o passado temos uma tendência de resolver o futuro. Às vezes, “resolver” significa “fazer!”
Meu mais querido ente me perguntou o que eu havia aprendindo naquele dia, eu respondi:
– tornar o presente o futuro.
Anúncios

Publicado por: This Leksus

Naturalmente carioca da gema. Levantei a bandeira da união dos estudantes em 1990. Depois que vi que a bandeira era tipo lilás, caí fora, mas mantive contatos do setor cultural aonde fui a curadora por 2 anos seguidos no periódico e da rádio interna. Essa mídia chegava à 2000 estudantes em 1992. Participei de cursos de pintura abstrata com Mollica (1947-2013) e desenho Modelo Vivo com Giancarlo Bonfanti na Escola de Artes Visuais do Parque Laje de 1987-1992 e em outros institutos de arte. Estudei na USU, UERJ & UFRJ, arquitetura e urbanismo, Educação artística & Figurino respectivamente. Meu primeiro projeto foi a fonte do Banco do Brasil com seu logotipo, nas dependências da Agencia I do Banco no Rio de Janeiro. Em 1995, cursei por um breve período a Escola Politécnica de Lisboa, aonde desenvolvi uma tese sobre o Manuelino. Muitas descobertas, e não parei de fazer cursos extras em outras grandes universidades cariocas. Senai Cetiqt, Universidade Candido Mendes, UIS (Noruega). Trabalhei com Alexandre Hercovich para Semana da Moda no Rio em 1997. Nos anos seguintes criei o cenário e costumes para a peça Frida Kahlo no Teatro do Museu do Catete. Nessa época comecei a trabalhar como Dj e me destaquei na área até 2010, quando decidi encerrar essa atividade e me dedicar a gravura & tradução. A partir de 2005, anualmente, faço instalações e exibições de pinturas, desenhos, edições de livros, mosaicos e gravuras. Em 2010 comecei a me infiltrar na área de tradução e interpretação, também como uma ação social. O que faz voltar intensamente para escrita e leitura, e me dispersar pra outras línguas, como dinamarquês, francês, italiano & espanhol.

Categorias análise, cronica, memóriasTags, , , , , , , , , , , , , , , Deixe um comentário

Qual seria a sua perspectiva sobre esse assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s